Logística no marketplace: como gerenciar a conta frete para não perder vendas e rentabilidade?

Investir em uma boa embalagem, confirmar o máximo possível o endereço do cliente e considerar os produtos extraviados nos cálculos de frete pode ajudar a diminuir custos de logística reversa, evitar prejuízos por quebra do produto e colaboram para ajudar a melhorar a rentabilidade na hora de calcular a conta frete.

No caso da MXT Shop, 4% dos pedidos não são entregues por questões como roubos, extravios e clientes não-encontrados por conta de endereço errado, o que tem reforçado os investimentos da empresa nas estratégias citadas acima. Caio Laguna, head de e-commerce da marca, explica que o valor dos produtos extraviados deve estar na margem operacional do e-commerce. “O valor do cliente satisfeito vale mais que o produto em si”, disse Caio.

No caso da MXT, loja que vende no Mercado Livre, o pós-venda é focado na reputação e isso ajuda a diminuir ainda mais esses custos. “Falando da reputação você pode perder desconto, por exemplo, no retorno via Mercado Envios a partir da próxima segunda, dia 11”, lembrou Caio. Outra estratégia é usar os serviços de fulfillment para ganhar ainda mais descontos, mas é preciso tomar cuidado, pois, conforme se cresce no marketplace, as tarifas e comissões diminuem, mas outras contas podem aumentar.

Além disso, investir em descrição e fotos bem feitas do produto também são fundamentais para evitar a reversa ou o arrependimento, aponta Marcelo Vieira, Diretor de Operações da Webcontinental. Para ele, o preço de frete e prazo devem fazer parte da precificação do produto. “Se você conseguir reduzir 5 reais no preço do frete já ganha vantagem no preço do produto. Preço de frete e de produto é uma coisa só”, disse Marcelo.

Powered by WPeMatico

AdSense